Luiz Alex

Páginas espelhadas com tarjas uniformes (re-edição)

10 de janeiro de 2011 | Publicado em: Pré-impressão Re-edição Tintas Variação Tonal
Mais uma vez caiu em minhas mãos um catálogo com tarjas uniformes em todas as páginas, com espelhamento.
 
 
Cada vez que vejo um trabalho desses chega me dá arrepios, porque é um tipo de produção “louca” pra dar problemas.
O que costuma ocorrer é um “bandeiramento” entre as cores de cada página, ou seja, a cor que deveria ser uniforme fica mais carregada em uma página, menos na outra, mais azulada em outra, mais avermelhada em outra, é uma loucura (de verdade).

É o tipo de desafio que pode fazer perder o sono o melhor impressor. Pior ainda se o material for “aberto” em um turno e “fechado” em outro, por impressores diferentes… PAI DO CÉU, é um DEUS NOS ACUDA.

Já vi trabalhos assim produzidos nas melhores gráficas de São Paulo (não vou citar nomes, mas pense aí em gráficas famosas, todas elas estão inclusas nas minhas observações, não se preocupe), e todas elas tiveram problemas com esse tipo de produção.

Se isso ocasionou ou não devolução por conta do cliente não tenho como saber, o que posso dizer é que dá pra diminuir os efeitos do problema, mas zerar totalmente é praticamente impossível.

A cor mais sensível a pequenas alterações na carga de tinta é o azul, ou são os tons de azul escuro (que levam grande percentual de magenta e cian). A mínima variação na carga de uma dessas duas cores leva a resultados muito diferentes de uma página pra outra.

O que precisamos levar em consideração é que: PÁGINAS DIFERENTES levam tarjas QUE DEVEM SER IGUAIS.

As páginas são diferentes entre si, porque imagens (fotos) que aparecem em uma, não aparecem em outra. Enquanto em uma temos um grande fundo vermelho, na outra temos uma outra foto, com fundo verde. Pra fazer o tal fundo vermelho o impressor precisa carregar em magenta e amarelo (sem modificar o tom de azul da tarja – não esqueça que como eu já disse, leva muito magenta), porém, na página que está sendo impressa ao lado, temos um fundão verde, que NÃO LEVA NADA, ou quase nada DE MAGENTA mas a tarja em cima é exatamente igual, ou seja, temos que trabalhar com menos magenta (pra não sujar o verde) mas ainda assim vamos precisar carregar no magenta por causa da tal tarja.

Isso torna a vida do impressor um verdadeiro inferno, horas de máquina, horas de acerto, pra tentar chegar em um resultado apenas satisfatório.

Como evitar esse problema? Em offset convencional ainda não há como. O sistema de impressão não tem recursos para acabar definitivamente com a deficiência. É um problema mecânico do processo, devido à posição de impressão das páginas em relação a abertura do tinteiro da máquina.
O que acontece em muitos casos é que, sabendo que poderemos ter problemas na tarja, sugerimos ao cliente alterar o projeto e trabalhar com uma quinta cor (azul pantone) nessa parte do projeto gráfico. Isso pode onerar um pouco (só um pouco) o projeto, mas garante 100% de fidelidade nas tarjas e nas fotos.

Quando isso é impossível (no caso da tarja em questão ela é resultado de uma imagem e não de um vetor, tornando impossível convertê-la pra quinta cor), o que fazemos normalmente é pedir uma aprovação em máquina pelo cliente, na qual FATALMENTE ele será obrigado a sacrificar algumas imagens (modificando um pouco sua tonalidade) em nome de manter a uniformidade das tarjas).

Outro dilema, claro. O produto que o cliente quer vender é a luminária (neste caso) e não a tarja, mas quando alguém pega o catálogo nas mãos vai notar primeiramente que a tarja não está uniforme em todas as páginas.

É uma discussão interessante, mas para o trabalho em questão meu cliente esteve na Garilli hoje e ficou satisfeito com o resultado. Nem todas as imagens ficaram iguaizinhas na prova e na impressão, mas dentro do que se esperava, o cliente adorou o trabalho.

Caso vc tenha vivenciado algo parecido e tenha encontrado uma boa solução, divida comigo, afinal, estamos todos pensando em melhorar os resultados da indústria gráfica nacional.

Saudações alvi-negras (com tarja preta, porque aí não tem problema, preto fica sempre igual!).
(postagem original em 27 de abril de 2009 no blog http://escritoriografico.blogspot.com/2009/04/paginas-espelhadas-com-tarjas-uniformes.html )

1 comentário para “Páginas espelhadas com tarjas uniformes (re-edição)”

  1. João disse:

    Boa Tarde,

    Meu grande amigo,

    Muito bom artigo, saudades da sua pessoa.

    Manda um email pra gente.

    João que trabalhou na Garilli.

    segue meu celular também. 11 6790 0426

    abs

Deixe um comentário

Desenvolvido por Jotac